Músicas


No Leilão do Centenário do Nascimento de Erico Ribeiro Junqueira realizado no Rio de Janeiro em outubro de 2000 foram apresentadas na abertura, pelo seu neto Ricardo da Cunha Junqueira, duas músicas de sua autoria, Abaíba Gim e O Meu Mangalarga Marchador. Veja abaixo as letras e baixe-as no formato MP3 para tocar em seu computador.


Abaíba Gim - 8,30 MBytes - clique com o botão direito e selecione salvar destino para baixar a música em formato wma


 

Abaíba Gim (Ricardo C. Junqueira)

 

 

Quando Você entrar em um bar e pedir aquela bebida

Forte, pura e cristalina

Da qual herdei meu nome

Você vai lembrar de mim

Sou o Abaíba Gim

 

Na Lagoa eu Nasci

E na Abaíba eu cresci

Mas novo tive de lá sair

Para minha jornada prosseguir

 

Na Lagoa eu vivi

e muitas vezes lá ouvi

dizerem estarem vendo o melhor do país

 

Lá me ensinaram a marchar

Para levar você aonde quiser chegar

Você pode confiar

que em seu destino seguro irei te deixar

 

E nos filhos que deixei

Neles observei

Uma beleza divina

E a raça do sangue que herdei

 

E de suas mães eu fiz questão de preservar

As velhas doutrinas

E a boa marcha fiz passar

 

E por isso muitos vieram para me ver

Pelos sorrisos eu via

Estavam felizes em me conhecer

 

Mas o tempo vai passar

E a memória pode lhe falhar

Mas nos meus filhos vou estar

E você vai poder para mim olhar

 

Os esforços de meu dono

não foram em vão

Eu deixo aqui cumprida

A minha missão

 

A jornada da minha vida

Não foi fácil não

Mas a vitória conseguida

Nela ainda fui campeão

 

Mas o tempo já passou e aqui velho estou

E às vezes fico a pensar

E com saudade a lembrar

Daquela Lagoa bonita e Formosa onde eu aprendi a nadar

 


O Meu Mangalarga Marchador - 5,47 MBytes - clique com o botão direito e selecione salvar destino para baixar a música em formato wma


 

O Meu Mangalarga Marchador (Ricardo C. Junqueira)

 

 

Vou Montar no Meu Mangalarga Eu vou

Vou Montar no meu Mangalarga Eu vou

Vou Montar no Meu Mangalarga Marchador

 

Esta semana tem exposição

Na Nacional é a maior competição

E o meu cavalo vai ser Campeão

 

O meu cavalo é sempre forte

Seja no passo ou na marcha ou no Galope

O meu cavalo me dá sorte

 

Fim de semana saio para cavalgar

Quando encontro uma garota a passear

Ela não resiste, no meu cavalo quer montar

 

Amanhã tem mais um enduro

Meu cavalo sobe até em muro

E se precisar, dá a volta ao mundo

 

Aos poucos conquisto o que sempre quis

Com fé em Deus e amor pelo que já fiz

Criando os meus cavalos sou cada dia mais feliz

 

O meu cavalo é o cavalo Sem Fronteiras

De Norte a Sul já fez mais de 14 mil

O meu cavalo é o cavalo do Brasil

 


 

 

 

 

 

 

Plantel Atual Comércio Cavalos Antigos

Rima Zetta

Rima Xiara
 
 
 
Mais Mais Mais